Calendário de pagamento do Bolsa Família 2023

Publicidade

Os pagamentos do benefício serão realizados nos últimos dez dias de cada mês, seguindo a ordem do último dígito do Número de Identificação Social (NIS). A partir do próximo ano, o programa voltará a ser denominado como Bolsa Família.

Foi divulgado pelo Ministério da Cidadania o calendário de pagamentos do Bolsa Família para o ano de 2023. Para saber a data em que o benefício estará disponível para saque ou crédito em conta bancária, é necessário verificar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) presente no cartão do titular. A partir do próximo ano, o programa voltará a se chamar Bolsa Família.

Cada dígito final do NIS está associado a uma data mensal correspondente. Os pagamentos são realizados em sequência, do número um ao zero, durante os últimos dez dias úteis de cada mês, com exceção do mês de dezembro, quando todos os pagamentos ocorrem até o dia 22. Por exemplo, se o NIS do titular termina com o número 1, os pagamentos referentes ao mês de janeiro serão disponibilizados a partir do dia 18.

Calendário de Pagamento do Bolsa Família 2023

Confira agora o calendário completo do ano de 2023

Calendário Bolsa Família

Se houver dúvidas sobre o benefício ou necessidade de atendimento, existem opções de contato disponíveis. O Ministério da Cidadania disponibiliza o número 121, que reúne informações e também funciona como canal para denúncias. Já a Caixa Econômica Federal oferece o canal de Atendimento ao Cidadão por meio do telefone 111, que fornece informações sobre o cartão e o saque do benefício. Além disso, é possível baixar gratuitamente o aplicativo Auxílio Brasil, disponível nas lojas virtuais, para obter mais informações.

Importância do Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social de transferência de renda criado pelo governo brasileiro em 2003, com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país. Ele é voltado para famílias em situação de extrema pobreza e pobreza, que possuem uma renda per capita mensal de até R$ 89,00 e R$ 178,00, respectivamente.

A importância do Bolsa Família está diretamente relacionada à sua capacidade de promover a redução da pobreza e da desigualdade no Brasil, especialmente nas regiões mais vulneráveis. O programa tem contribuído para garantir o direito à alimentação, educação, saúde e assistência social das famílias beneficiárias, além de ajudar a ampliar as oportunidades de trabalho e renda.

 

Além disso, o Bolsa Família tem um importante papel na economia brasileira, uma vez que os recursos transferidos pelo programa são utilizados pelas famílias para a compra de alimentos, medicamentos, roupas, entre outros bens e serviços, o que ajuda a dinamizar o comércio local e regional.

Como Conseguir este Benefício

Para se tornar elegível ao Bolsa Família, é necessário que a família se enquadre nos seguintes requisitos:

bolsa família
  1. Ter uma renda per capita mensal de até R$ 89,00 para famílias em situação de extrema pobreza, ou de R$ 178,00 para famílias em situação de pobreza.
  2. Ter em sua composição gestantes, mulheres que estejam amamentando, crianças ou adolescentes de até 17 anos.
  3. Manter atualizado o cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que é um instrumento utilizado pelo governo para identificar as famílias que se encontram em situação de pobreza e extrema pobreza.
  4. Manter em dia o calendário de vacinação e o acompanhamento médico das crianças menores de 7 anos e das mulheres grávidas.
  5. Cumprir com as obrigações na área de educação, como manter as crianças e adolescentes matriculados na escola e garantir a frequência mínima de 85% das aulas.

Vale ressaltar que, apesar de os requisitos serem esses, a concessão do Bolsa Família depende de avaliação da situação socioeconômica da família, realizada pelo governo. O programa visa atender prioritariamente às famílias mais vulneráveis e que mais precisam do benefício para garantir a sua sobrevivência e inclusão social.

Deixe seu comentário